DO LUXO A LAMA

sábado, 4 de abril de 2009

Para mim, um Comunista de corpo, alma e coração, é difícil falar desse caso com algum “distanciamento ideológico”, mas tentarei fazer “este esforço descomunal”. O caso Daslu é antes de tudo uma “luz no fim do túnel”.

Eliana Tranchesi e sua loja representam à burguesia brasileira. Numa boutique onde só há artigos importados, onde o estacionamento é mais de cem dólares a hora, a sua prisão é um verdadeiro marco.

Antes de tudo, temos de tentar não ser pegos pela euforia do “toma madame! Se fudeu!”. Ela é uma Empresária de um seguimento em que o público alvo é os bacanas, os bons de vida. Não é pecado esbanjar aquilo que têm (não acredito que estou escrevendo isso!), seja a pessoa um empresário de sucesso ou alguém que nasceu “em berço de ouro”. Se há uma loja de luxo, há consumidores de luxo; lei da oferta e da procura.

Entretanto, sua prisão pode significar um avanço e tanto nas relações brasileiras. É público e notório que neste País, um cidadão com dinheiro é tratado com mais deferência que um “ladrão de galinha”; graças também aos melhores advogados que o dinheiro pode comprar e que são mestre em arranjar brechas no atual sistema judiciário que clama por reforma. Um reles “favelado” é na hora jogado numa penitenciaria, e todos sabem que tais lugares são fomentadores de marginais, pois são meras “desovas de malandros”, que não preparam o indivíduo para a volta a sociedade, transformando um ladrão de galinha em um catedrático gangster.

É evidente que Eliana presa, poderá daqui a alguns anos sair por “bom comportamento”, mas o período em que estiver presa será um marco para a sociedade brasileira: uma rica, abastada, junta as outras detentas, junta a assassinas, ladras e toda a sorte de pessoas, que são de classe pobre, seria algo realmente impensável, não é mesmo?

Sua prisão representará que ladrões de colarinho branco podem sim puxar cadeia! Que a “cegueira” da justiça volta e meia se faz “real”, e cumpre o seu papel que é o de dá tratamento igual a brancos, pretos, baixos, altos, POBRES E RICOS.



EXTRA:





É com muita satisfação e alegria que aceitei o convite do Átila e engrecei na equipe do blog Pensamentos Urbanos . Já postei um texto lá (não ta lá essas coisas, mas...). Convido a todos que me lêem a freqüentar mais esse espaço de debate.

Comments

10 Responses to “DO LUXO A LAMA”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

☆ Sandra C. disse...

olha, pra te ser sincera, não vejo luz no fim do túnel não. com o dinheiro sonegado, ela conseguiu comprar meio mundo de gente e habeas corpus e tudo o mais. e daí?

o máximo que ela conseguiu 'queimar' foi o nome dela. mas isso é o de menos.. vai lá.. aposto que a Daslu deve estar vendendo um monteee...

4 de abril de 2009 19:07
Tássia Jaeger disse...

abandou o só pensando?

5 de abril de 2009 10:00
Jairo Souza disse...

Não é pecado esbanjar aquilo que têm!! vindo de vc! huahahauhauhuah
realmente progressos, Daniel... Um dia vc ainda adimitirá uma veia capitalista! hauhauhauha

enfim, justiça seja feita! crime é crime e todos merecem tratamentos iguais, afinal o povo ainda pede por justiça!

Abçs Daniel!

5 de abril de 2009 20:47

Oi Dani, vi que mudou o blog. Estou ausente por não ter mesmo inspiração e tempo, nem para ler e nem para escrever nestes tempos.
A respeito da escrita. Pode ser um bom começo. Por que desacreditar?

Um beijo...

5 de abril de 2009 21:08
Naty disse...

Desculpe ter demorado visitar seu blog novo. É que ando sem internet.

Bjos!
^^

6 de abril de 2009 05:55
Casa de Colméia disse...

é muita sacanagem,é muita safadeza que a gente ve por ai...dificil acreditar que alguém fique rico e conquiste um bom patrimonio sendo honesto. Uma vez estive na Daslu..é inacreditavel o luxo daquilo ali...é um tapa na cara do que se ve a poucos passos,nos sinais da marginal...enfim...

6 de abril de 2009 19:12
Edgar Borges disse...

Seu novo link já está atualizado no Crônicas da Fronteira. Agora, contestando.

7 de abril de 2009 12:38
Mary West disse...

Só sei que deviam fazer igual fizeram com o Abadia. Leiloar a Daslu toda por 1 real! :D

7 de abril de 2009 16:31
Poisongirl disse...

Esperança é a última que morre , né?!

Esses fatos tem que acontecer para que pareça que há esperança ...sinceramente não me anima não , é um caso em um milhão.

Bjks.

7 de abril de 2009 16:52
Neto disse...

Uma mulher como a Sra. Tranchesi NUNCA ficará na cadeia. Pois as pessoas endinheiradas sempre podem dar um 'jeito' nessa situação. No entanto, confesso que foi uma surpresa para mim a prisão dela - por se tratar de Brasil.

Entretanto após ver a pena (94 anos de prisão) entendi que foi apenas uma intenção de aparecer da juiza que protocolou o caso. Se a sua pena tivesse sido proporcional ao ato que ela cometeu talvez, ainda hoje, ela estivesse atras das grades.

E a gente poderia, realmente, acreditar na justiça da terra.

Abraços

8 de abril de 2009 05:37