ALGUÉM DUVIDA DISSO?

terça-feira, 21 de julho de 2009

Renato Russo já disse em uma de suas músicas, “quando nascemos fomos programados”. E se formos analisar com calma, é uma das poucas verdades que se pode encarar como absoluta.

Quando entramos nesta Terra, todo um Sistema já está estabelecido, e dentre essas coisas está Deus. Já parou pra pensar que muito dificilmente nos é dado “a permissão” para formular nossas próprias convicções dobre o Criador? Em geral, nossas impressões são moldadas de acordo com o que nos passa nossos pais desde pequeno. Por mais que adultos comecemos a dar “uma visão particular do assunto”, ainda sim esta será moldada de acordo com o costume passado a nós.

Quando tentamos sair “da programação”, ainda mais nesse assunto, somos pichados de ateus ou coisas desse tipo. Grande parte das pessoas anexa religião a fé; a maioria alcança sua fé por meio de alguma doutrina religiosa. Normal, já que desde que o homem é homem e percebeu que há uma força Criadora, institui a religião como forma de culto a Divindade venerada. Porém, o grande problema é que muitas vezes os dirigentes das Instituições manipulam a fé alheia para satisfação própria. Fatos é o que não faltam perante a história humana, e mais recentemente, há “Bispos” donos de emissoras de TV.

Fiz toda essa introdutória para comentar algo que me aconteceu sexta-feira passada me meu trabalho. A atendente que congrega a “Assembléia de Deus” fez um comentário que me deixou boquiaberto. Depois de me mostrar umas fotos de uma excussão feita por eles, perguntei-lhe quantos irmãos crentes foram e recebi como resposta: - não somos crentes, somos cristãos! Respondi, “também, afinal, todos nós que acreditamos na palavra de Cristo e o tem como Salvador é Cristãos”; pasmei para o que ouvir: - não! Você é Crente, eu sou Cristão! Perguntei qual era a diferença e segundo a mesma, “Cristão” é aquele que participar de sua agremiação religiosa e crente é o que tem fé em Deus.

Tudo bem, respeito à opinião da mesma, porém, vejamos: não encontro nenhuma passagem bíblica em que Jesus tenha afirmado que “religião salva”. Pelo que entendi de sua mensagem o que faz a comunhão com sua verdade (ou seja, Deus) é a fé! É por meio da fé que há o enlace entre Deus, Cristo e os Homens.

Perceba o quanto as religiões podem deturpar as mentes e corações humanos. Essa “exclusividade” nas afirmações de minha colega de trabalho para mim é um tanto equivocada e soa como uma alerta. Não são todos que estão dispostos a abraçar a verdade de Cristo! Quem acha que religião salva entende uma “ideologia, uma idéia pré-concebida”, não a mensagem e o sacrifício do Maior de Todos os Filósofos.

É evidente que há agremiações religiosas que fazem o seu papel de evangelizar, mas claramente as maiorias fazem “uma lavagem cerebral” para manipular os fiéis. Já afirmei num texto do Só Pensando e reafirmo aqui, vivemos na época descrita pela bíblia dos falsos profetas, pessoas que usam da religião para alcançar seus objetivos terrenos em detrimento do caminho espiritual.

Aquele que Crer na palavra de Cristo é uma Crente, um Cristão. Deus não faz diferenciação dos seus filhos, pois o que Ele quer é o nosso amor, nossa adoração e respeito sinceros e em troca nos dá a sua Casa e a companhia de Seu Filho Legítimo e Nosso Rei Jesus Cristo... Alguém duvida disso?

EXTRA:

Quero desejar a todos os meus amigos blogueiros (atrasadamente, mas antes tarde que nunca) um "Feliz Dia do Amigo". Que Deus abençoe vocês e todas suas famílias com muita Luz, paz, saúde e muito dinheiro no bolso.

Gente, o Top Blog está chegando a sua fase final e a escolha dos mais votados já tá acabando. Peço-lhes Votos. Cliquem no Selo do TOP BLOG, que irá lhe mandar para a página de votação. Faça um blogueiro magrelo feliz, e vote no Contestação.

Comments

13 Responses to “ALGUÉM DUVIDA DISSO?”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

exoticlic.com disse...

bem eu não acredito no deus da igreja sou da filosofia da LDA
e acho que nós fazemos nossa vida

21 de julho de 2009 10:20

Daniel,

Pessoalmente sou adepta da religiosidade e não da igreja, mas defendo sua manutenção porque entendo que atende a necessidades e patamares de crenças díspares da população e funciona bem como freio moral. "Ruim com elas, pior sem elas".

Beijos!

21 de julho de 2009 14:16

Daniel,

Pessoalmente sou adepta da religiosidade e não da igreja, mas defendo sua manutenção porque entendo que atende a necessidades e patamares de crenças díspares da população e funciona bem como freio moral. "Ruim com elas, pior sem elas".

Beijos!

21 de julho de 2009 14:16
Jairo Souza disse...

Rótulo rotulos rotulos! As pessoas insistem em rotular, qund tudo q ele disse foi Mateus 22! Amai ao senhor teu Deus de todo teu coração e de todo o teu entendimento e amai o próximo como a tí mesmo! Quem precisa de rótulos????

21 de julho de 2009 16:47
Jairo Souza disse...

Rótulo rotulos rotulos! As pessoas insistem em rotular, qund tudo q ele disse foi Mateus 22! Amai ao senhor teu Deus de todo teu coração e de todo o teu entendimento e amai o próximo como a tí mesmo! Quem precisa de rótulos????

21 de julho de 2009 16:47
Vinícius Aguiar disse...

Daniel, achei fantástica a sua argumentação, de verdade! Passo pelo mesmo problema "existencial religioso", por criticar as instituições que se dizem religosas e acreditar unicamente numa força que rege o universo: Deus! Admiro sua coragem de postar sobre esse tema tão importante, e espero ler mais sobre isso! Estou linkando seu blog e te seguindo no twitter! Parabéns!

21 de julho de 2009 21:13
Bárbara Stracke disse...

estava pensando nisto esses dias... nós sempre buscamos a independência e muitas vezes, nos consideramos independentes de muitas coisas.

exceto dessa 'programação' pré-estabelecida.

uma falsa independência, ou um independência dependente?

bjz

22 de julho de 2009 08:47

O importante é desejar um lindo dia, Daniel... boas energias e pensamentos são os melhores.

Tarde de luz!

Rebeca

-

22 de julho de 2009 13:26
Neto disse...

Daniel
Toda pessoa que crê em Deus e cristão. Isto é fato.

O que ocorre, entretanto, nessas religiões que existem por aí (sem desrespeitar o trabalho de alguns) é exatamente o que você disse aqui: Há pessoas que são falsas e agem como falsos profetas, fazem lavagem cerebral nos ignorantes e se aproveitam da boa fé alheia para 'se dar bem' dentro da igreja usando os pobres e às custas dos demais.

São essas almas sebosas (com licença da palavra) que acabam deformando o contexto religioso que temos da igreja e, acabam criando conceitos errados em algo que é próprio e pessoal de cada um: sua fé em Deus e sua relisiosidade.

Oras, se eu, por exemplo, rezo todas as noites na solidão do meu quartoé claro que sou um cristão e não tenho e nem preciso provar nada pra ninguem sobre minha fé. O problema, atualmente, é que algumas pessoas (falsos bispos e pastores) usam a igreja como um 'meio de vida', como uma 'fonte de renda' e como um 'negócio apenas para extrair consumo'. E isto é que é lamentável. E assim como essa moça aí quase ninguem entende.

Grande abraço, amigo!

22 de julho de 2009 14:17
Neto disse...

Voto garantido no Contestação :)

22 de julho de 2009 14:19
Tássia Jaeger disse...

Passando pra me atualizar...fazia tempo que eu não tinha tempo de vir te ler...

22 de julho de 2009 20:42
Paula disse...

Oii! Muito bom seu blog! Concordo. Religião muda mesmo as pessoas... contanto que seja para o bem.... Ainda não encontrei a q eu me encaixo, só vivo com a certeza de que Deus está cmg! Tenha um bom dia! bjs.

25 de julho de 2009 07:54
@philipsouza disse...

Rotulos mesmo meu amigo...
so isso a dizer...

e votando em vc...vamos ao top100..

abraçao

25 de julho de 2009 10:00