CARTÃO VERMELHO PARA ESSA SITUAÇÃO

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

“Não há ameaça mais séria para a democracia do que a democracia que desconhece os direitos do povo” (João Goulart – Comício da Central do Brasil).

Eduardo Suplicy, Senador do PT (Saudações) pelo Estado de São Paulo protagonizou ontem na tribuna do Circo o qual faz parte, mais um espetáculo horrendo neste picadeiro em que se tornou este País. Utilizando-se do recurso que é usado com muita freqüência por Lula, deu cartão vermelho ao Presidente da Casa, José Sarney e bateu boca com Demóstenes Torres, que o questionava de por que Suplicy não “avermelhou” o Sapo Barbudo.

Usando a linguagem futebolística, afirmo aqui que todos merecemos estar fora dessa partida. É mais que o momento de todos nós pararmos e pensarmos bem; usando a expressão do próprio Lula, “nunca antes na história desse País” se fez tão urgente a necessidade de mudanças radicais! Muito se fala e pouco se faz.

Ontem vi e ouvi a crônica do Arnaldo Jabor no Jornal da Globo, em que ele, muito feliz em suas palavras, questionava aonde estava os intelectuais e a “sociedade civil organizada” que não faz nada. A Sociedade Organizada está toda comprada. A UNE, tempo desses, fez passeata em favor de Lula. O movimento estudantil, que tanto fez parte da política brasileira sendo uma das principais vozes na luta contra a ditadura, vendeu-se, deixou-se silenciar. Movimentos sindicais também estão no mesmo caminho; CUT e afins estão de mãos dadas com “o governo do operário” (será que é difícil constatar que aquele Lula sindicalista não existe mais?!).

E onde estão os novos Chicos Burques, Netinhos, Ezorgues, e CIA LTDA. Cadê os pensadores brasileiros neste momento? Ah Sim... Estão nas colunas e programas de fofocas; BBBS, Peões, essas celebridades do vazio e seus Q.I’S de ameba. Sim! Esta é a realidade da intelectualidade nacional; resumidos a participantes de Reality Shows. E os antigos e verdadeiros pensadores? Fingem-se de morto. Desconheço algum tipo de movimento artístico pró-brasil. Era hora dos “artistas” se organizarem que nem fizeram no movimento das Diretas Já.

A realidade Brasileira assusta. Tempo desses, discutindo com um amigo recém formado em filosofia sobre o Voto Nulo, percebi o quanto o povo, independente da escolaridade e grau cultural, se esconde atrás de psedo-ideais para justificar sua não participação. O mesmo disse-me que era contrário, pois muitos morreram em prol do direito ao voto. Questionei-o sobre o atual momento, em que nada se faz; o cara, usando um texto meu foi taxativo: - como você mesmo disse em seu blog, é o direito que todos têm de não ter direito! É paradoxal isso, não acham? Ao tempo em que se reivindica não se quer mudanças.

E o povo comum, a dona de casa, o trabalhador braçal, o motorista, o que pensam de tudo isso? Nada! Estão mais interessados na final do BBB ou da Fazenda e na fuga da realidade cotidiana. Porém, esse pensamento é tão vão! A realidade está bem ali, na esquina das casas de todos nós; no semáforo, com o garoto que vende bala; na criminalidade cada vez mais exorbitante; na saúde pública deficitária; na educação carcomida e necessitada de mudanças drásticas, enfim...

Tempos desses, entrei NESSE SITE AQUI, que é o Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral (MCCE) que tem como objetivo, “elaborar um projeto de lei para impedir que políticos envolvidos em crimes graves e corrupção possam se candidatar a cargos eletivos”. Quem se interessar mais, clique AQUI e baixe o formulário. Já é um começo. CLIQUE AQUI e leia, adicione o blog. Vamos dá cartão vermelho a esses corruptos! Passou da hora desse jogo virar, né não?!

Comments

11 Responses to “CARTÃO VERMELHO PARA ESSA SITUAÇÃO”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Jairo Souza disse...

há quem questione o papelão feito pelo grande senador Suplicy e seu grau de insanidade,pq convenhamos, nosso querido representantejá não parece mais estar batendo o tico com o teco, e se perdendo cada dia mais em seu mar de filosofia, mais será q não estaria ele correto? A este ponto onde todas as coisas lá em brasilia estão um caos, não deveriamos estar todos nós loucos revoltados e exprimindo a mesma intensidade de revolta e lamúrios que o senador?

É... caro há beleza na insanidade! Abçs!

26 de agosto de 2009 17:59
Solange Maia disse...

Daniel,

Que vergonha, né ?
A gente assiste a estas coisas e pensa estar vendo um filme de 5°...

Lamentável...

Ah... e concordo com o Jairo e seu comentário... essa insanidade traz certa beleza...

beijão meu querido....

26 de agosto de 2009 18:33

Pois é meu caro... Eu devia ter nascido na época em que os artistas iam para as ruas e lutavam por direitos com raça e coragem. EM plena década das atualizadades o universo vira de poonta cabeça e ninguém quer fazer nada...

Como diz o Boris Casoy: Isto é uma vergonha!

Bjoka

26 de agosto de 2009 19:06

Suplicy amou alguém como a MArta e gerou o Supla, isso por si só, já é um caos.
Mas, fora os devaneios familiares que ele passou e passa e falando do Brasil, sigo com minha idéia de que apenas uma nova constituinte, munidade de uma revolução acadêmica, sem diretórios, partidos, movimentos, mas cada um com sua revolução pessoal, com sua mudança radical de postura, vida, atitude, etc.
Assim o joio some e o trigo reina.
Se não separmos de vez o joio do trigo, o trigo em breve morrerá sufocado.
O Brasil sucumbirá pelas mãos de sua própria lei constitucional, pois ela é adaptável demais a tudo.
E tudo pode.
É hora de uma nova assembléia constituinte que estabeleça mais rigidez, menos tributos, mais democracia, menos esmola pra calar a boca dos outros.

Beijos querido, sigamos juntos com nossos ideais.

26 de agosto de 2009 22:02
J. Neto disse...

É verdade, Daniel. Concordo plenamente.

Acho rídiculo aquelas pessoas que por se interessarem apenas em BBBs da vida e banalidades riem de tudo. Acham graça de tudo e vivem completamente sem noção. São (e estão) alienados do mundo real apenas por acharem que é melhor viver na fantasia e na palhaçada. Que o mundo é um palco e que eles são "os mais belos e lindos atores dessa vida".

Triste é quando elas crescem, e depois tem que trabalhar (sem mamãe e papai pra dar de comer), tem que ralar, suar a camisa para ganhar algum dinheirinho ou sustentar sua nova família já com filhos. Lamentável é quando lembram que, naquela época, eram jovens e ao não se interessarem em estudar, nada fizeram, e agora sabem pouco.

Se não fossem tão alienados, hoje poderiam estar em um lugar melhor, com uma vida melhor, e um nível melhor de vida. Não ficariam com aquelas cara de babaca quando perguntamos pra eles: "e aí?" "como vai a vida?" "bem?"

Conheço gente que ao ser perguntado sobre isso e não saber o que responder, fogem, pois, dá vontade deles chorar...

27 de agosto de 2009 13:38
Neto disse...

depois do meu desabafo/indignação acima com certos 'jovens' vou comentar o post: Eduardo Suplicy pode estar mesmo sozinho na luta, afinal lá dentro daquele covil chamado Senado, TODOS, todos do PT são pau mandados do presidente Lula.

Ps. quarta estive superocupado e não postei no SóPensando, mas estou aqui com um texto prontinho pra publicar lá. Pretendo fazê-lo no sábado ok! - já que a quinta é da Val e a sexta da Pamela.

Abraços

27 de agosto de 2009 13:49
Sonia Pallone disse...

Sinto saudades não só das caras pintadas, mas dos corações solidários... Bjs.

27 de agosto de 2009 18:09
Lugirão disse...

Daniel, eu confesso que ando cansada...

Esse nosso país não tem jeito, tinha que mudar a mentalidade das pessoas para que mudasse alguma coisa....

Sinto falta da época em que esse país tinha pessoas que realmente se interessavam, faziam a diferença.

Bom fim de semana.

28 de agosto de 2009 13:53
Ademilson disse...

Pura verdade o que você falou. Enquanto o país está sendo devastado por um monte de corruptos, o povo foge da realidade,acompanhanso estes programas inúteis, que baixam os QIs das pessoas e, pior ainda, o presidente foge, viajando o tempo todo, governando de longe através de entrevistas desconexas pela televisão

30 de agosto de 2009 06:36

Daniel,

Não vou nem comentar, porque vocês sabem né? Acabo querendo revidar e não vale a pena. kkkk

Então, só vou deixar um beijo. rsrs

31 de agosto de 2009 16:02
Mikas disse...

A política vai sendo uma palhaçada por todo o mundo. Beijo

1 de setembro de 2009 07:02