UMA QUESTÃO DE OPINIÃO*

domingo, 3 de maio de 2009

“Minha opinião é minha opinião para mim: não me parece que outro deva ter facilmente direito a isso” (Além do Bem e do Mal – Nietzsche)

Vivemos na chamada “sociedade da informação”, onde as notícias sem revezam numa velocidade incrível! O que hoje é o motivo das rodas de comentários, amanhã já é esquecido e ninguém mais dá conta do que comentou.

É necessário opinar! Ter opinião é pré-requisito básico de uma boa convivência nos dias atuais. Contudo, é preciso saber opinar! Ter domínio sobre o assunto e principalmente, saber debater... Como já bem diz o velho deitado Chinês, “cada um têm a sua verdade”. É primordial entender isso.

Há pessoas que se consideram sábias por ter bastante informação acumulada; mas acredito que uma pessoa sábia, além de conhecimento acumulado, possui o dom da palavra. Nesse aspecto, uso como exemplo, o Maior de todos os filósofos que a terra já teve, Jesus Cristo. Ele arrebatou uma verdadeira multidão de seguidores e transmitiu sua filosofia do Deus único e do respeito ao ser Criador e obediência aos 10 mandamentos (vejam bem, RESPEITO NÃO TEMÊNCIA – quem TEME têm MEDO, e NÃO SE PODE ter medo de Deus!); usando apenas as palavras, e assim mudou o mundo. Cristo, sábio como foi, deu testemunho da força da palavra e afirmou categoricamente que “as palavras têm poder”.

É nesse aspecto, da importância e valor das palavras que temos de nos ligar. Hoje, a informação é “um Ser volátil”, e mutável conforme os interesses envolvidos. Os detentores da informação são capazes de construir e destruir imagens, eleger e destituir Presidentes, fazer um artista do momento e principalmente, cegar o cidadão ao verdadeiro debate, criando programas totalmente alienantes que têm um poder de penetração e sedução forte sobre os telespectadores menos avisados.

Um grande exemplo de boa informação são os blogs. Essas páginas de web pessoais são um verdadeiro achado ao bom entretenimento, pois mostra e deixa opinar sobre a verdade de cada um. Os blogs democratizaram a informação, pois a debatemos e repercutimos, num exercício claro do que é democracia, direito e uso da opinião.

Já bem diz o Velho Guerreiro, “quem não se comunica se estrumbica!”. Vamos comunicar! Trazer a tona debates que realmente nos edifiquem, transformando-nos positivamente, e assim, mudando um pouco da realidade nossa e quem sabe um dia, mudando o mundo. Como já bem diz a Pitty, “isso é só uma questão de opinião!”.

*Originalmente postado no O Arroto.

Comments

9 Responses to “UMA QUESTÃO DE OPINIÃO*”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

. fina flor . disse...

acredito que sem auto-conhecimento é impossível ter opinião!!!

não se trata de ter informações do mundo, mas de si mesmo ;o)

beijos, querido e boa semana

MM.

4 de maio de 2009 09:57
Jairo Souza disse...

Realmente Daniel, citar Pitty no fim do post é uma questão de opinião! Acho que sim, que todos tem que ter opinião, mas não qualquer opinião.

Não acredito nos programas de democratização da informação, que superficializão as mesmas. Como vc disse vivemos em um mundo onde a informação a principio é julgada rápida e passageira, porém se formos reavaliar, todas essas notícias comtemporãneas nos remetem há estudos passados, de grandes pensadores que já previam como a sociedade se estruturaria nos dias de hoje.

Por isso é importante sim ter o dom da palavra, porém acreditop que o mais importante é sim ter informação e estudo acumulado, atrás do qual corro atrás todos os dias. Conhecimento é a chave para termos algum tipo de progresso na nossa vida.

Por isso concordo com você quando diz que "Contudo, é preciso saber opinar!"

Uns trechos de Oduvaldo Vianna Filho se da peça "Moço em Estado de Sítio" se faz muito relevante aqui:
"Eu gostei, Lúcio. Gostei paca.
É assim mesmo que eu acho - teatro didático, direto sem volta".
"É, só que nada é direto, sem volta, nada".
"Mas tem que fazer assim ora, senão ninguém entende e..." / "Então fique sem entender, então morra burro. Mas quando entender, entenda que dá volta, que é complicado, que oitocentos bilhões de pessoas já passaram pelo mundo e só começaram a resolver. Cartilha é até os sete anos, só, entende?"

Acho que vivemos em uma sociedade troglodita sim! Em tudo que as pessoas veêm superficialmente já acham que é a verdade e se acham no direito de sair opinando e julgando tudo. Sabemos que não é por aí. Não faço mal julgo do Boner quando fala de seu público Homer Simpson, por que é a mais pura verdade. Um bando de retardados e alienados, que sentam na sala para assistir a globo (mesmo tendo tv a cabo) dàs 8 às 10hrs da noite achando que vão absorver algum tipo de conhecimento e cultura, com a bendita dobradinha Jornal Nacional e novela das 8. E depois saírem dizendo pro seus filhos e amigos que isso é assim ou assado, e que eles possuem algum tipo de poder informativo.

Sinceramente eu prefiro nem discutir com o senso comum, que não procura nem um pouco ser esclarecido... Infelizmente é o papel do jornalista!

4 de maio de 2009 10:56

Daniel,

Minha opinião é a de que existem outros canais e outra programação, mas se a Globo é lider de audiência alguma razão existe e esta é a de que oferece ao seu público o que eles - realmente - querem ver, qual seja: a informação básica sobre os novos acontecimentos do mundo, bem embalada e seguida de uma diversão leve. E nisto a Globo dá um banho!

Excelentes programas, inteligentes, instigantes, intelectuais foram cancelados em outros canais e até mesmo na Globo por falta de audiência.

Então a este respeito penso que a Hommers não se apresenta Nietzche, assim como a porcos não se atiram pérolas e que a Globo é sábia em não o tentar.

Quem não é Hommer sabe buscar informação de qualidade e seguramente estas pessoas fogem da Globo como o diabo foge da cruz.

Apesar de ser partidária da Alienação Minha de Cada Dia e seguir a filosofia do Pensar Enlouquece, minha televisão raramente é ligada (exceto em épocas de BBB) e não assisto a Globo se puder evitar.

Abraços

4 de maio de 2009 19:11
Daniel disse...

NEIVA: É meu bem... Por essas e por outras que este País não vai pra frente. Enquantos as pessoas estão preocupadas com quem fica ou quem sai do BBB, ou sobre o futuro da mocinho e mocinho da novela das 20:00, o País pega fogo, sendo roubado, sem segurança pública, saude, etc, etc, etc. Assisto Chaves, Chapolin, seriados americanos, futebol (já que esporte agora virou alienativo, vamos e este!)... Mas não gasto R$ 1,00 pra programa nenhum ou passo parte do meu tempo discutindo programação de TV. É por essas e por outras que o Brasil será o eterno país do futuro.

4 de maio de 2009 19:54
Lugirão disse...

Daniel, não tenho assistido televisão, a excessão são os jornais locais, para saber como andam as chuvas ...tem chovido demais no Ceará e tem muita gente desabrigada.

Ando cansada demais disso tudo.


Beijos

5 de maio de 2009 15:46
Luciana disse...

Mais um post bem escrito, gostei realmente da sua opinião sobre o tema.

A cominucação é de suma importância, é a partir dela que se inicia a socialização dos sujeitos na família e etc. Meios de comunicação tem forte poder com o que transmitem, podem alienar, massificar, informar e outras várias possibilidades.

Os blogs são as fontes modernas, escritos por pessoas comuns e que visam 'n' objetivos diferentes.


Citar Nietzsche no início foi ótimo, por que lembrei dele e sua polêmica autobiografia... *-*


Beijo pra tu! ^^

5 de maio de 2009 18:50

Daniel,

Acho que o segredo todo para a felicidade geral da nação é a dosagem correta. Ninguém está cometendo crime algum ao ter uma ou outra alienação ou assistir sua novelinha todos os dias e dedica uma parte de seu tempo às questões mais sérias.

O problema é quando as pessoas só ficam em uma coisa ou em outra: só assistir programas alienantes aliena e só pensar, enlouquece.

Então, penso que é uma questão de dosagem do tempo: um pouco para cá, um pouco para lá.

Senão, oras, que raios de mundo seria este se não pudessemos ter um passatempozinho inocente, não é???

Resposta: chaaaaaaatooooo!!!

Beijos

6 de maio de 2009 14:56

Sempre ele, vamo que vamoooo...

Voto em vc, ja sabe né? Salve Daniiiiiiiiiellllllllll...

A comunicação de qualidade é fundamental porque é parte de uma educação. Precisamos buscar fortes palavras e tomar decisões....Temos este poder!

Bj

6 de maio de 2009 18:42
Mary West disse...

Creio que uma das grandes vantagens dos blogs e das pessoas que escrevem nele é mostrar que o mundo realmente possui espaço para tudo, todos e suas opiniões.

8 de maio de 2009 04:58